Blog

Hermann Advogados Associados é campeão do primeiro Hackathon do Poder Judiciário

19 de Setembro de 2019

No final de semana que passou, aconteceu o primeiro hackathon da Justiça do Trabalho do Estado de Santa Catarina. A competição tecnológica ocorreu nos dias 13, 14 e 15 de setembro. A equipe vencedora foi a Inspira Ação, composta por 9 pessoas, entre elas Nicholas Zucchetti, o coordenador do Hermann Advogados Associados no Estado de Santa Catarina.  

A proposta do evento foi reunir 12 equipes durante 52 horas ininterruptas para trabalharem em estratégias criativas para a solução de desafios que a Justiça do Trabalho enfrenta.

Foram 100 participantes ao todo, competindo por prêmios de 15, 10 e 5 mil reais. As equipes ainda tiveram a ajuda de 30 mentores que se revezaram auxiliando os times. O grande diferencial do evento foi a interação entre profissionais de diversas áreas, entre elas Design, Negócios, Empreendedorismo, Tecnologia da Informação e Direto. No domingo, as 12 equipes apresentaram seus projetos para uma comissão de jurados avaliar.

Além de Nicholas Zucchetti, também integravam o time da Inspira Ação: Juliano Bez, servidor da Secretaria de Tecnologia da Informação (Setic) do TRT-SC; Marco Vivan, Crisnamurti do Vale e Amândio DelPizzo, todos desenvolvedores de sistemas do TRT-SC; Lívia de Andrade, servidora da Secretaria-Geral Judiciária do TRT-SC; Guilherme Barbosa, servidor da 5ª Vara do Trabalho de Florianópolis; Clara Lopes, estudante do curso de Design da UFSC; Patrícia Alves de Almeida, advogada do escritório Daher & Jacob Advogados.

A equipe desenvolveu uma atendente virtual por WhatsApp, chamada de LIA (Leis, Inteligência Artificial), a qual tinha como foco a consulta processual. A LIA pode oferecer auxílio a qualquer pessoa que interaja com a Justiça do Trabalho, públicos interno e externo. A atendente apresenta uma linguagem acessível, a fim desse comunicar também com o cidadão comum.

A primeira etapa do projeto foca na consulta processual. Para isso, está prevista a tradução dos termos jurídicos que constam na tabela de movimentação processual para expressões mais coloquiais, de fácil entendimento para leigos em Direito. O projeto visa a aproximar o Judiciário dcidadão.

A atendente virtual LIA já estava funcionando no momento da apresentação do projeto no domingo à tarde. O robô já estava respondendo perguntas automáticas realizadas pelo WhatsApp, fornecendo as informações processuais requeridas. Além da equipe vencedora, foram apresentados diversos projetos focados em plataformas de interação com o cidadão, Poder Judiciário e OAB.

A idealizadora do evento foi a presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região, a desembargadora Mari Eleda Migliorini.

Segundo o Coordenador da Hermann de SC, Nicholas Zucchetti, o evento foi memorável: “Vimos a história sendo escrita nesse primeiro hackathon do Poder Judiciário. A inovação é inevitável. A advocacia e a Justiça do Trabalho devem participar da evolução da tecnologia, usufruindo da mesma. Na minha equipe, havia profissionais de diferentes áreas, TI, Design, servidores do Judiciário e Direito. Essa interação dentro da equipe, buscando uma solução tecnológica para o Poder Judiciário, foi incrível e indescritível. A aquisição de conhecimentos que tive com esses profissionais é imensurável”.

 

O Hermann Advogados Associados se orgulha de ter participado do primeiro hackathon do Poder Judiciário brasileiro, mostrando que a inovação tecnológica já faz parte da nossa realidade no escritório.